Cores que combinam, ambientes em harmonia

Pide Presupuesto

Número incorrecto. Por favor, compruebe el código del país, prefijo y número de teléfono.
Al hacer clic en 'Enviar' confirmo que he leído los Política de protección de datos y acepto que mi información anterior será procesada para responder a mi solicitud.
Nota: Puedes cancelar tu consentimiento enviando un email a privacy@homify.com con efecto futuro

Cores que combinam, ambientes em harmonia

Elisabete Figueiredo – HOMIFY Elisabete Figueiredo – HOMIFY
Comedores de estilo escandinavo de Sizz Design Escandinavo
Loading admin actions …

Há combinações de cores óbvias, há combinações clássicas e depois há combinações que simplesmente não combinam!

A visão é talvez o sentido mais utilizado e mais importante do ser humano, ajudando-nos a interpretar o mundo à nossa volta. A primeira coisa que fazemos, ao entrar num local novo, é olhar à nossa volta, avaliando caminhos, cores e formas, e é dessa avaliação imediata que fica uma imagem de agrado ou desagrado.

As combinações de cores são extremamente importantes. Podemos mesmo afirmar que são determinantes para a construção de muitas das nossas acções e estados de espírito ao longo de um dia, e há toda uma ciência dedicada a estudá-las para melhor as utilizar. O esquema de cores é responsável por passar mensagens tão essenciais como equilíbrio, harmonia e força, por destacar ou diluir elementos. Já pensou que há determinados logótipos que se conseguem reconhecer quase de imediato apenas pela cor?

Por outro lado, o uso da cor tem fortes conotações sociais. No nosso país, a cor do luto é o preto, no Japão é o branco. Aqui o branco é pureza, é a cor dos vestidos de casamento, na Índia é o vermelho…

Assim, podemos perceber que o uso deliberado da cor é uma ferramenta indispensável a designers, decoradores e criadores por todo o mundo. Conhecer pelo menos algumas combinações de cores vencedoras é meio caminho andado para ter um ambiente equilibrado e nisso a homify pode ajudar!

Hoje trazemos-lhe algumas imagens que exemplificam bastante bem cores que combinam. Venha descobri-las!

1 – Cores que combinam com azul

Azul e Bege

Não é difícil encontrar cores que combinem com azul. O azul é uma cor primária, fria, conhecida por criar ambientes propícios ao sossego e ao exercício intelectual. Mas é também conhecida por despertar sentimentos de tristeza e contemplação, pelo que, por vezes em decoração, é benéfico combiná-la com outras cores mais quentes para gerar dinamismo e vivacidade, alegrando o conjunto.

A combinação de bege com azul, em especial o tom de azul-turquesa não é muito frequente, nem muito conhecida, mas é uma união vencedora. O bege é quente, mas também é neutro e acaba por ser uma boa base para combinar com várias cores. No caso da combinação com o azul-turquesa, o bege é o responsável por emprestar um pouco do seu calor ao ambiente, tornando-o mais acolhedor, em contraponto com a frieza e a vivacidade do azul.

Uma boa ideia que pode comprovar nesta casa de banho da autoria do gabinete Traço Magenta – Design de Interiores.

Azul e cinzento

Esta é uma combinação de cores frias, mas que vence sempre ao criar uma atmosfera de grande calma e introspecção, sobretudo com tons de azul profundos.

Nesta composição da Alma Braguesa Furniture, o azul domina o olhar tendo como pano de fundo o cinzento que foge da neutralidade através dos detalhes prateados. No geral, este é um quarto que passa uma sensação de modernidade e suavidade, com um toque de glamour muito bem vindo.

Azul e amarelo

Esta é uma combinação poderosa e intemporal, baseada no ouro sobre azul, desde sempre conotada como algo muito bom. Não sendo dourado, o amarelo não tem o mesmo peso de luxo, sendo excelente para criar ambientes mais divertidos e informais e fica bem com quase todos os tons de azul, embora com o azul-turquesa possa formar um duo algo extravagante, demasiado estridente.

Para evitar combinações demasiado berrantes, mesmo com tons de azul mais claros ou mais escuros do que o turquesa, opte por adicionar o amarelo em pinceladas dispersas, num ou noutro objecto decorativo, nas almofadas do sofá ou numa cadeira, seguindo a proposta que vemos na imagem acima, do gabinete SIZZ DESIGN.

2 – Cores que combinam com cinzento

Cinzento e vermelho cor-de-tijolo

Pensar em cores que combinem com cinzento também não é nada complicado. Esta cor é das mais neutras da paleta e por isso qualquer cor vai bem com ela. Pode combinar o cinzento com cores frias, com cores quentes, com preto com branco e até com cinzento, e tem a grande vantagem de conseguir um espaço que segue fielmente as mais recentes tendências da decoração.

No entanto há algumas que ficam mesmo no ponto, e queremos destacá-las aqui!

Combinar cinzento e vermelho proporciona um efeito dramático em qualquer espaço, fazendo com que o vermelho sobressaia com grande intensidade. Esta combinação é tão eficaz a criar um efeito teatral que é utilizada muitas vezes no cinema. Quem não se lembra da pungente cena da menina com o casaco vermelho do filme A lista de Shindler?

Mas aqui não se trata de drama e sim de dar mais vida e calor a um ambiente monocromático, como se vê na proposta de quarto da Casactiva Interiores.

Cinzento e cor-de-rosa

Não há dúvidas, o cinzento faz sobressair qualquer detalhe, sendo perfeito para valorizar alguns pormenores da decoração. Combinar cinzento e cor-de-rosa vai tornar o seu ambiente mais delicado e feminino, sem perder a força dos detalhes individuais. Isto acontece porque o cor-de-rosa, sobretudo em tons mais claros, não é uma cor demasiado viva, que se apodera do ambiente.

Cinzento e bege

É simples: – o cinzento é uma cor fria que beneficia com o calor que o bege tem para oferecer. Existe inclusivamente uma cor, o taupe, que é uma combinação de bege e cinzento, e que une num só tom os benefícios das duas cores.

Esta não é uma combinação usual, e à primeira impressão parece nem funcionar, mas a verdade é que o cinzento fica muito bem com cores naturais e quentes, como podemos apreciar neste quarto da Traço Magenta – Design de Interiores.

Cinzento e madeira

Esta combinação vai um pouco na linha da anterior ao combinar o cinzento com um tom natural de castanho-claro. Mas neste caso é preciso ter algum cuidado com o tom da madeira escolhida, pois os tons mais escuros não combinam tão bem, correndo-se o risco de ficar com um ambiente pouco luminoso.

3 – Cores que combinam com verde

Verde e castanho

Para quem gosta deste tom fresco, não se vai revelar nem um pouco mais duro encontrar cores que combinem com verde.

Em função do tom de verde, pode conseguir criar ambientes mais jovens e frescos ou mais sérios e masculinos, clássicos.

A combinação de verde e castanho é um clássico que nunca sai de moda, e isso não é de estranhar, afinal verde e castanho é um clássico da própria natureza que junta essas cores em muitas plantas.

Inspire-se na utilização destas cores, pelo gabinete SIZZ DESIGN, para a construção da decoração linda da imagem acima, entre o tropical e o clássico.


Verde e branco

A combinação de verde e branco é perfeita para criar ambientes cool, descontraídos, com um sabor a primavera. Neste caso, os tons frescos de verde-limão são especialmente indicados.

Verde e azul

Neste caso, a combinação mais equilibrada será azul e verde, ou seja, dar primazia ao azul e complementar com pinceladas de verde. Esta é uma combinação ostensiva e com grande força que deve ser bem estruturada para não acabar com um espaço demasiado sobrecarregado de cor. Se desejar evitar essa sobrecarga, pode usar o branco como base decorativa.

4 – Cores complementares e cores análogas

De um modo geral, usar cores análogas e cores complementares pode produzir bons resultados, embora no caso das cores complementares seja algo arriscado.

Não sabe do que estamos a falar? Nós explicamos!

As cores análogas são aquelas que estão próximas entre si no espectro, muitas vezes chamadas de nuances. Dois tons de cor-de-rosa, como os usados neste quarto do atelier Kátia Koelho, são um bom exemplo da utilização de cores análogas em decoração, e mostram bem as potencialidades do conceito.

Na verdade, as cores análogas são muito utilizadas para criar transições suaves, para conseguir ambientes mais delicados.

As cores complementares estão em extremos opostos do círculo cromático. Usar cores complementares é garante de conseguir uma estética arrojada e visualmente marcante, mas se a combinação não for bem equilibrada, pode ser desastrosa.

O melhor exemplo de duas cores complementares muito usadas em decoração são o vermelho e o azul. A sua combinação cheia de impacto deve ser suavizada com branco, como se pode apreciar neste quarto de crianças da autoria da TGV Interiores, ou acabará com um espaço demasiado cheio.

Outros exemplos menos usados, mas que podem compensar o risco são as combinações de verde e cor de laranja e roxo e amarelo.

O nosso artigo acaba aqui, mas se ficou com vontade de ver mais decorações de quartos de crianças para dar o melhor aos seus pequenos não perca o artigo ’10 quartos de criança que vai adorar’.

Vivienda Unifamiliar en Tomiño, Pontevedra (Spain) Casas de estilo rústico de HUGA ARQUITECTOS Rústico

¿Necesitas ayuda con tu proyecto?
¡Contáctanos!

¡Encuentra inspiración para tu hogar!