Dicas para incluir esquemas de cores escuras na sua decoração

Pide Presupuesto

Número incorrecto. Por favor, compruebe el código del país, prefijo y número de teléfono.
Al hacer clic en 'Enviar' confirmo que he leído los Política de protección de datos y acepto que mi información anterior será procesada para responder a mi solicitud.
Nota: Puedes cancelar tu consentimiento enviando un email a privacy@homify.com con efecto futuro

Dicas para incluir esquemas de cores escuras na sua decoração

Agata Alencoao Agata Alencoao
Salones de estilo  de INDEA, Mediterráneo
Loading admin actions …

Gosta de cores escuras mas não está bem certo de como as usar na sua decoração sem que a mesma se torne demasiado pesada? Então fique desde já a saber que não é o único a deparar-se com este problema. A verdade é que decorar tendo por base um esquema de cores escuras nem sempre é muito fácil, uma vez que a iluminação pode em alguns casos ser posta em causa. A verdade é que é impossível decorar apenas a partir de cores escuras, é importante existir um equilíbrio com tons mais claros para que os espaços respirem e deixem respirar, se assim não for incorre no risco de decorar de uma forma desinteressante e mais do que isso, triste. E como já diz o velho ditado tristezas não pagam dívidas! estamos aqui para o ajudar com esta questão! O preto, o azul escuro e por aí fora são como todas as outras cores bem vindas quando se trata de decorar e por isso se é fã deste espectro, não hesite em usá-lo, a sua casa deve ser um sítio bonito que o faça sentir bem! Vamos a isso? Vamos pois!

Escolha uma boa cor para o seu tecto

Salones de estilo  de INDEA, Mediterráneo

O tecto de uma divisão tem mais importância do que à partida pensamos, já que é uma área muito extensa. Precisamente por isto devemos dar-lhe atenção e mais do que isso, ser criativos. Assim, porque não pensa numa cor diferente ou numa qualquer textura que lhe possa acrescentar? No exemplo que lhe apresentamos vemos umas barras de metal, que aproveitam a inclinação do tecto para lhe dar uma nova dinâmica. Olhe para o espaço, tenha em consideração o tecto e acrescente-lhe algo de novo, com certeza irá iluminar o seu espaço.

Escolher a matiz certa

Comecemos então pela questão da cor em si e por aquilo que é definitivamente mais importante: escolher a matiz certa. Começamos por lhe dizer que em momento algum uma cor escura pode existir sozinha e esta é uma verdade à qual voltaremos ao longo do artigo. A grande razão pela qual não o deve fazer é de resto muito imediata e tem que ver com a luz que os espaços necessitam. Neste aspecto é muito diferente da roupa que vestimos. Vestirmo-nos totalmente de preto não é uma coisa assim tão fora do normal, contudo é bem mais fácil trocar de roupa do que decoração, por isso mesmo há que saber encontrar o equilíbrio certo! Neste primeiro exemplo a presença das cores escuras existe a um nível mais estrutural, ou seja ao nível da construção e da arquitectura – repare por exemplo nos altos pilares que se encontram no meio da sala, ou nas escadas que o levam ao nível superior! – ambos têm uma presença muito forte e precisamente por isso devem contrastar com cores mais claras, como são as das paredes ou dos sofás.

Adicione mobiliário que complemente as cores escuras

Pelo facto de estar a usar cores escuras, não quer dizer que tem obrigatoriamente de as equilibrar com o branco. Por exemplo, o cinzento, ainda que se aproxime mais do espectro das cores escuras, pode ser uma óptima escolha, o recanto que lhe apresentamos é de extremo bom gosto e pode perfeitamente servir o propósito que lhe descrevemos. O segredo muitas vezes não tem apenas que ver com a cor mas também com o tipo de acessórios e objectos que escolhemos. Repare no candeeiro de pé alto – sim! é estranho mas é disso que se trata! –  o facto de ser um candeeiro e por isso mesmo iluminar aliado ao facto de apresentar uma cor predominantemente clara, acaba por ser o acessório perfeito para cortar com uma paleta de cores mais escuras.

Incorpore obras de arte interessantes

Este é um dos nossos pontos favoritos, não só porque incorpora arte, mas porque na prática não podia a nosso ver, funcionar melhor. Não acha este quadro uma peça maravilhosa que só tem a acrescentar onde quer que se encontre? Pois nós também! É assim uma espécie de explosão de cor, que faz convergir todos os olhares para lá. Esta é uma óptima maneira de iluminar e dar cor a um espaço. Encontre uma peça de que gosta e que de preferência reúna em si, um conjunto variado de cores, escolha estrategicamente o local onde a vai colocar – aconselhamo-lo que escolha um sítio com bastante visibilidade para que o objectivo seja cumprido – e voilá! a sua divisão ganha uma nova vida!

Vestir as janelas

Ao nível da iluminação este é um outro aspecto importante. Não queremos por nada – seja o espectro de cores da nossa decoração escuro ou claro – perder a luz natural que nos entra em casa. Nomeadamente se as cores forem escuras, é importante dar uma atenção redobrada ao que colocamos nas janelas. Quanto a nós a escolha mais acertada será o uso de persianas já que estas nunca preenchem demasiado o espaço – ao contrário das cortinas, que são sempre um acessório mais pesado! – mas também não deixam as janelas totalmente despedidas. Hoje em dia há já uma vasta gama de persianas pelas quais pode optar para que obtenha resultados fantásticos.

Escolher os acessório certos

Porque os acessórios são sempre demasiado importantes para serem descurados, terminamos este artigo apelando-lhe para que os use a seu favor. Estes são sempre apontamentos mais pequenos do que peças de mobiliário que podem fazer tanta ou mais diferença. Um candeeiro, uma mesa de centro ou simplesmente um arranjo floral, podem dar um novo fôlego ao espaço, muitas vezes são mesmo os responsáveis por tornar uma divisão ainda mais única e especial.

Vivienda Unifamiliar en Tomiño, Pontevedra (Spain): Casas de estilo  de HUGA ARQUITECTOS, Rústico

¿Necesitas ayuda con tu proyecto?
¡Contáctanos!

¡Encuentra inspiración para tu hogar!